“Usar os recursos tecnológicos existentes a meu favor era a única oportunidade possível”. Se te perguntarmos quando essa frase foi dita pelo diretor de criação, produtor e empresário, Konrad Dantas, mais conhecido como KondZilla, você muito provavelmente vai responder que foi entre 2020 e 2021, certo? 

Errado! Ele teve esse insight há 10 anos, quando criou seu canal de videoclipes no YouTube focado no gênero funk. Na ocasião, segundo ele, a distribuição de música ficava refém de uma programação em rádio ou em televisão. E que, a partir de uma plataforma na internet, foi possível dar visibilidade às produções de uma maneira mais democrática O projeto começou como uma produtora de videoclipes, a KondZilla Filmes.

Hoje é uma holding de empresas composta pela KondZilla Records, que agencia alguns dos maiores artistas de funk do país; a KondZilla Filmes, produtora de videoclipes; o Licenciamento KondZilla, responsável por lançar produtos da marca; e o Portal KondZilla, um canal de notícias. Atualmente, o canal KondZilla no YouTube tem mais de 64 milhões de assinantes e já alcançou 35 bilhões de visualizações. Mas para chegar a esses números, o empresário explica que foi preciso ver e usar a tecnologia, dados e tendências, como aliados do seu negócio.

Em sua participação no painel “TECNOLOGIA PARA CRESCER“, do Tech Meeting 2021, evento organizado pela TOTVS com foco no papel da tecnologia na produtividade dos negócios durante e após a pandemia, o empresário afirmou que sua equipe trabalha pautada em análise de dados sobre o que vai agradar ao seu público e dar mais visualizações. “Inicialmente as produções feitas eram pensadas muito pelo lado artístico. Hoje, unimos isso aos relatórios de audiência e de retenção, e estudamos os padrões que levam essa música ao sucesso. Tudo isso para traduzir os números em uma produção e criação que vão agradar o consumidor”, explicou. 

Para o produtor musical, o futuro é olhar para métodos de como aprimorar a tecnologia de forma que ela possa exigir menos interpretação das pessoas e permitir maior tempo e dedicação para o desenvolvimento criativo.

Tecnologia educacional

E por falar em futuro, você já ouviu falar em edutainment technology (tecnologia para educação e entretenimento)? Esse é um dos pontos da transformação digital que está pautando os projetos de KondZilla.  A proposta do termo é incorporar tecnologias da informação e comunicação para apoiar processos de ensino e aprendizagem em diferentes contextos de educação formal e não formal.

“Hoje é inviável um modelo de ensino que tenta competir com um celular. É preciso compor. O foco deve ser em como reter a atenção do aluno para o assunto que está sendo passado usando de ferramentas atrativas a ele. A educação é um pilar que deve estar aliado à tecnologia. Esse é o caminho”, declarou o empresário. 

Mas para quem pensa no futuro, e em como usar a tecnologia dados e tendências para os negócios, olhando apenas para as crianças, o produtor cultural mostra que é um equívoco. Para ele é importante estar atento às tendências.  E ainda faz uma provocação: “estudos apontam que o ser humano que vai viver por mais de 200 anos já nasceu. E há ainda outras pesquisas que afirmam que vamos desfrutar mais tempo da nossa velhice do que da nossa juventude. Então, é bom pensarmos em tecnologia para esse público, que seja leve e de fácil acesso para que a pessoa possa desfrutar da melhor experiência em qualquer momento da vida”, finalizou. 

E você, qual o olhar tem para a tecnologia, dados e tendências nos seus negócios? Como isso contribui para seu crescimento? Aqui no iDEXO conectamos startups B2B ao ecossistema TOTVS. Mais de 400 clientes da companhia já tiveram seus desafios de negócios solucionados por uma startup da comunidade, gerando inovação, redução de custos e otimização de processos. Venha conhecer as startups que estão na nossa comunidade