Em três anos de iDEXO, a nossa comunidade triplicou de tamanho, isso porque buscamos constantemente startups que possam complementar o portfólio de produtos da TOTVS, integrar a nossa comunidade e gerar conexões e negócios entre si. 

Nesta turma 21.1, a primeira deste ano, temos um grupo misto que inclui startups de Educação, Recursos Humanos, Serviços Financeiros e CRM, áreas prioritárias para o iDEXO em 2021. 

Um fato bem interessante sobre essa nova turma é que, por mais que todas as startups tenham uma grande sinergia com áreas prioritárias do iDEXO, suas soluções são flexíveis o suficiente para serem aplicadas em outros segmentos. Isso aumenta e muito o potencial das startups, tendo em vista que a TOTVS reúne mais de 40 mil clientes“, explicou o bizdev do iDEXO, Filippo Paulino

Com a chegada da HandTalk, Worknow Tecnologia, Descola, Chatclass,  Rubeus, Flowsense, Stargrid e da Contself alcançamos 86 membros na nossa Comunidade. Todas as novas startups passarão, a partir de agora, pela identificação de fit com produtos, base de clientes e com o canal de vendas da TOTVS. Além disso, seguimos juntos identificando novas oportunidades de negócio e de entregas que possam gerar valor às startups que já fazem parte da Comunidade. 

Conheça mais sobre cada uma das startups.

Handtalk tem como foco tornar sites mais acessíveis. Para isso, usa inteligência artificial em tradução automática para Libras (Língua Brasileira de Sinais) por meio de dois intérpretes virtuais, Hugo e Maya. A solução prevê a instalação de sistema de acessibilidade nas páginas, assim, quando o usuário clica no botão que indica que o site é acessível, a janela de libras é aberta. Na sequência, o intérprete virtual aparece e, ao selecionar o texto que deseja traduzir, Hugo ou Maya interpretam o que está escrito. 

A Worknow Tecnologia faz integração de ferramentas disponíveis no mercado para o TOTVS Educacional. Isso permite que os clientes do sistema ampliem suas funcionalidades e experiências oferecidas ao usuário final. Por exemplo, a startup possibilita que o cliente TOTVS Educacional escolha uma ferramenta adicional como, por exemplo, para a realização de reuniões – Moodle ou Microsoft Teams – e a integre ao sistema que ele já utiliza.

Também pensando em personalização de necessidades relacionadas à formação profissional, a Descola se apresenta como uma escola de inovação online. A startup cria experiências de aprendizagem para que as pessoas ganhem competências comportamentais ligadas às áreas como criatividade, tomada de decisão, pensamento crítico e analítico, liderança, comunicação ou inteligência emocional. Ela ajuda o usuário a desenvolver essas habilidades para que possam ser aplicadas na jornada profissional.

Ainda na linha da educação, a solução criada pela Chatclass ajuda empresas a oferecerem cursos mais rápidos, efetivos e escaláveis por meio de aplicativos de conversa, como o WhatsApp. A empresa de inovação criou um chatbot de ensino via aplicativo de mensagens. A iniciativa já conta com 400 mil alunos e clientes no Brasil e Alemanha.

Já a Rubeus é uma plataforma de CRM também especializada no segmento educacional, mas que é focada em automação de marketing, comercial e pós-venda. A solução oferece uma experiência de matrícula, em cursos para instituições de ensino, que seja simples e orientada à identificação dos abandonos de inscrição, com o objetivo de resgatá-los através de uma comunicação segmentada. Ela ainda permite pré-qualificar as oportunidades de maior valor para receberem, posteriormente, um contato individualizado.

No trabalho com automação de marketing, a Flowsense apresenta uma solução de engajamento para aplicativos. A iniciativa de inovação ajuda a aumentar a ativação de usuários, diminuindo a taxa de desistência nos primeiros dias de uso, assim como, trabalha na retenção desse potencial cliente. Para isso, atua com base em uma notificação enviada ao usuário, caixas de diálogo, e conta com um serviço especialista em engajamento via aparelhos móveis, como smartphones e tablets. 

A Stargrid é uma solução de gestão de escalas de trabalho automática com uso de inteligência artificial. A startup possibilita a automação de turnos de trabalho, folgas e faltas. Além disso, permite dimensionar a organização com base na demanda, auxiliando a distribuição da força de trabalho entre os setores e equipes. De acordo com a startup, o uso da ferramenta já mostrou a redução de 10% nas faltas e 5% nos afastamentos de colaboradores, assim como, uma queda no custo de gestão que varia de 25% a 35% entre as clínicas e hospitais que utilizam a solução.A Contself é uma fintech do segmento da saúde focada na gestão de repasses médicos. Uma das soluções da startup, a Saúde Pay, por exemplo, pode gerar uma economia de até 40% de impostos, eliminando a bitributação através da divisão de recebimentos. Na prática, o estabelecimento realiza um serviço que envolve diferentes profissionais. A solução da startup, então, permite que o pagamento seja dividido entre todas as partes envolvidas, e que a nota fiscal e os recibos sejam emitidos automaticamente para todos os envolvidos no processo. Assim, cada um deles pagará o imposto apenas da parte correspondente.

Para conhecer todas as startups da nossa comunidade, acesse aqui. Agora, se você tem uma startup ou quer nos indicar alguma, inscreva-se já.